FANDOM


Canhão Oficial

O conceito de cânone é parodiado com o Canhão Oficial.

Canonicidade descreve obras que são consideradas mais influentes ou mais "reais" do que outras em relação a uma continuidade "oficial", em termos de obras de ficção ou universos fictícios. Enquanto o status da canonicidade de histórias fora da televisão nem sempre é claro, o criador do Buffyverso, Joss Whedon, tem definido outros como definitivamente cânones.

DefiniçãoEditar

Usando a analogia religiosa de um cânone das escrituras (veja: Cânon bíblico), coisas que não são canônicos são consideradas "apócrifas". Quando um corpo de trabalho não é especificamente aceito ou rejeitado por uma autoridade, "cânone" pode ser um termo fluido que é interpretado de maneira diferente por pessoas diferentes. É o caso do "Buffyverso cânone", que ainda não foi definido publicamente por uma autoridade, para satisfação e consenso de todos os observadores. Joss Whedon sugeriu que materiais adicionais que ele não esteja diretamente envolvido na criação são separados do cânon. Quando perguntado em 2007 sobre o assunto, Whedon declarou:

"Cânon é fundamental, assim como a continuidade. Se você é um grande nerd. O que eu sou. Eu acredito que há uma demarcação entre a criação e as criações auxiliares por pessoas diferentes. Sou a favor dessas coisas, assim como fanfic, mas gosto de saber o que há até agora em uma história absolutamente oficial, especialmente quando algo muda de mídia, o que minhas coisas parecem fazer muito."[1]

Whedon elaborou suas opiniões em 2006, revelando que considerava os quadrinhos ligados à TV "auxiliares", a menos que escritos pelos roteiristas:

Entrevistador: "Você viu os quadrinhos da Battlestar Galactica?"
Whedon: "Não, acho que não consigo. Eu adoro Battlestar com muita força. Não pude olhar para nenhuma obra auxiliar."
Entrevistador: "Eu amo Buffy 'com força', então você está dizendo que os fãs não deveriam ler [a 8.ª temporada]?"
Whedon: "Não, porque se eles parassem de fazer Battlestar Galactica e, dois ou três anos depois, Ron Moore e David Eick disseram: 'Nós mesmos continuaremos a história em forma de quadrinhos — em oposição a algo auxiliar do seriado feito por outras pessoas', então eu estaria todo debruçado nisso. As pessoas costumavam dizer: 'Você fará um filme de Buffy como o Arquivo X fez?' Eu estava tipo nunca, porque, enquanto o seriado está em andamento, o seriado é a minha única prioridade. Isso não quer dizer que os quadrinhos de Battlestar não sejam ótimos, mas eu amo esse seriado do jeito que outras pessoas amam Buffy. Eu o amo irracionalmente. [Risos] Isso parece errado."[2]

Assim, a 8.ª temporada e outras obras selecionadas se distinguem do material auxiliar comum pelo fato de o criador do Buffyverso estar diretamente envolvido em sua trama e produção.

ReferênciasEditar

  1. Chris Ryall, "IDWeek: Joss Whedon Talks Angel: After the Fall". Newsarama, 26 de abril de 2007. Arquivado do original 29 de abril de 2007.
  2. Ileane Rudolph, "Buffy the Vampire Slayer Is Back: The Complete Joss Whedon Q&A". TV Guide, 7 de dezembro de 2006.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.